tarte de maçãs com puré das mesmas

Ultimamente o meu universo doce tem-se centrado em maçãs.
Não é por acaso, geralmente faço as coisas para esta minha família e os pedidos surgem, neste caso do rapaz pequeno da casa, que por ver nos desenhos animados tartes de maçã (as american apple pies) pediu-me para fazer bolo de maçã.
E temos andado em tentativas para descobrir o que ele afinal quer!

Ao fim da terceira tentativa acho que lá descobri, pela referência aos ditos desenhos, o que resultou em fazer 3 receitas em 3 fins de semana com maçãs, coisa que também não me incomoda já que gosto imenso.

Para esta tarte;
. 1 base massa quebrada . maçãs 4 reinetas +6 royal gala +6 starking (podia usar apenas uma qualidade) . 100gr açúcar + polvilhar . canela 1 pau e um pouco para polvilhar . sumo de limão . 1 colher de chá de manteiga.

Utilizar forma para tartes com fundo amovível.

Aquece-se o forno e assa-se a massa quebrada pincelando rebordo com água e colocando papel vegetal por cima sem o centro, tapando apenas o rebordo protegendo-o de se queimar já que vai ao forno 2 vezes. Coloca-se no fundo grão (é o que eu uso para fazer peso, tenho um frasco com grão cru sempre para este uso) para que a massa não crie bolhas e fique uma base plana.

Descascam-se as maçãs para o puré reservando, 4 delas para colocar por cima em laminas não muito finas.
Ao descascar e cortar as maçãs e colocá-las num recipiente de água com um pouco do sumo de limão para que não oxidem e fiquem escuras.

Num tacho deita-se o açúcar o com um pouco de água e faz-se um ponto de açúcar muito leve, juntam-se as maças cortadas o pau de canela e deixam-se cozer em lume baixo até estarem cozidas e sem muita água, o que tornaria o puré demasiado líquido para o que se pretende.
De pois passar pela varinha mágica mas sem preocupação de passar tudo, eu gosto de ter alguns pedaços neste puré para criar textura apesar de ainda levarem as maças cortadas por cima, ao mexer acrescenta-se a colher de manteiga para lhe conferir brilho e cremosidade.

Polvilha-se a base da tarte já assada com açúcar, apenas um pouco, verte-se o puré ainda quente e colocam-se as restantes maçãs que se reservaram, polvilha-lha-se com açúcar e canela e leva-se assar até as maçãs laminadas estarem macias.
Penso que esta última tarefa pode ser adiantada em microondas, o que encurta bastante o tempo de forno...fica a sugestão.
De qualquer forma se voltarem a colocar no forno ter o igual cuidado para que o rebordo da massa quebrada não queime.

Retirar do forno deixar arrefecer um pouco antes de desenformar.
Come-se quente ou fria, para mim quente com bola de gelado de baunilha ou simplesmente iogurte grego natural, perfeito! ;)

by me. 70265

2 comentários:

Ana disse...

Adorei a receita :)

bj
http://ladyaofogao.blogspot.com/

me. disse...

eu também :)
já estou a pensar fazer uma variante, ou seja no fundo da tarte um leite creme espesso com nata...a ver!

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin