Tarteletes de uva com iogurte e requeijão

Mais um sabor do outono, as uvas.
Esta tarte é muito simples e um complemento para os olhos, com uvas brancas ou vermelhas ou a mistura das duas, temos sempre uma imagem refrescante e atractiva.

Esta sobremesa acaba por ser rápida e fácil de preparar, isto se partimos das bases de massa de tarte quebrada já preparadas e à venda nos supermercados. Além disso temos igualmente um cariz saudável, se optarmos por queijos menos gordos.

Para três tarteletes com cerca de 9 cm de diâmetro ou uma tarte grande:

Massa:
. 1 base de tarte massa quebrada (depois deixo a receita para fazer em casa)

Recheio:
. 100 ml de iogurte natural cremoso e açucarado . 150 gr de requeijão . açúcar amarelo(facultativo)

Cobertura:
. 150 gr de uvas cortadas ao meio e sem grainhas . sumo de 1 laranja pequena . 100 ml de mel . amêndoas laminadas ou pistácios partidos (facultativo)

Começa-se por forrar com a massa as formas ou forma de tarte previamente untadas com óleo, pica-se o fundo com o garfo e coloca-se papel vegetal e uns feijões secos para fazerem peso e não levantar bolhas de ar enquanto assa, o que deixaria altos na base da tarte.

Leva-se a assar a forno já aquecido a 200º cerca de 10 minutos, retiram-se os feijões e o papel e volta para o forno para terminar de cozer cerca de mais 5 minutos.
Depois de estar cozida e com um tom dourada, desenforma-se e deixa-se arrefecer bem.

Lavam-se, enxugam-se e cortam-se as uvas ao meio, retirando-lhes as grainhas, reservam-se.

Entretanto prepara-se o recheio, mistura-se bem o iogurte com o requeijão, eu gosto de colocar duas colheres de açúcar amarelo neste creme, caso não se use iogurte açucarado por exemplo ou o requeijão tenha acentuado a acidez, é uma questão de gosto.

Despeja-se o creme na base de tarte ou nas pequenas tarteletes e colocam-se as uvas cortadas por cima.

Num tacho, leva-se ao lume médio o sumo da laranja e o mel até ganhar algum ponto de calda,
depois de arrefecer deita-se sobre as tartes levam-se ao frio.

Na hora de servir espalham-se as amêndoas laminadas ligeiramente torradas ou os pistácios.

O requeijão pode ser substituído por outro queijo pasta como o Ricotta ou mesmo o Mascarpone.

Aqui ficam as uvas, desta vez não em néctar para beber mas sim um doce para mastigar!

by me.

3 comentários:

paula disse...

uma delicia este blog. Parabéns!!

me. disse...

Obrigada,
e bem vinda ao nosso canto!

Paula disse...

Um dia destes experimento!

Beijocas aromáticas****

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin